E aí, HUGO CILO, de ISTOÉ DINHEIRO, perguntou ao “mágico”, CARLOS WIZARD MARTINS, se fazia sentido compará-lo, pelo apetite em investir em alimentos e fast-food – comidas saudáveis e outras nem tanto – a JORGE PAULO LEMANN.

E o “mágico”, respondeu: “Embora nossa história e origens sejam bem diferentes, é uma honra para mim qualquer tipo de comparação com meu amigo LEMANN, pelo que ele representa como homem de negócio visionário e empreendedor que é. Acredito que LEMANN e eu temos algumas características comuns, como a confiança no Brasil, a vontade de empreender, de gerar riquezas e de oferecer oportunidades”.

E, concluiu, “A trajetória dele foi relatada no livro SONHO GRANDE e eu já estou escrevendo o meu próximo livro e que terá o título SONHO MAIOR”.

E nada mais disse nem lhe foi perguntado.