DIÁRIO DE UM CONSULTOR DE EMPRESAS
26 FEVEREIRO 2019. Madia.
“SE NÃO PASSA EM CINEMA NÃO É CINEMA”. Tudo bem, sr. NICOLAS SEYDOUX, todo poderoso da GAUMONT, produtora que nasceu em 1895, com o cinema. Talvez não seja cinema, mas, é conteúdo, é filme, e acabará, como já vem sendo, as produções para streaming, cooptadas pelo cinema. De qualquer maneira, e por essa razão, ROMA não levou a estatueta de melhor filme ontem, no OSCAR. Mesmo porque, o melhor filme do ano, A BALADA DE BUSTER SCRUGGS, nem mesmo concorria a essa distinção.