O negócio da propaganda no Brasil converteu-se num mega breu. Tudo impreciso, tudo difuso, pouco se fala, nada se faz. E assim, e melancolicamente, e em meio ao derretimento do business, e indiferença ou dissimulação dos remanescentes, caminha inexoravelmente para o fim.

Instituições e players continuam se comportando como se ainda tivessem alguma relevância. Comédia trágica, circo do absurdo, comunicação fechada e em circuito interno, cada vez menor.

As empresas de comunicação líderes no ambiente digital são as tradicionais e mega consultorias que ingressaram nas empresas através das áreas de tecnologia e são recebidas e reverenciadas por presidentes, CEOS, e Conselhos de Administração.

Como se houvesse um aviso nas portarias, dizendo, todas as demais agências, por favor, dirijam-se ao departamento de compras.

E aí vem a aguardada edição anual de MEIO & MENSAGEM, AGÊNCIAS E ANUNCIANTES. E lá vão todos conferir. Eu, também.

Abro na página do RANKING das 50 MAIORES AGÊNCIAS DE 2017. 1º, lugar, uma agência sobre a qual não tenho a mais pálida ideia, a menor referência, ocupando o lugar daquela que foi durante anos a agência líder do ranking, e em função de ter a maior conta de varejo do país, a YOUNG & RUBICAM.

Dou um GOOGLE. Primeira colocação no GOOGLE, “MIDIALINKS – com a seguinte informação – “House-agency (agência própria) da HYPERMARCAS responsável pelo planejamento, negociação e execução de mídia da empresa”.

Endereço, Avenida Magalhães de Castro 4800/24º Andar. midia@myagencia.com.br tel (11) 3627-4200.

Duas ou três posições abaixo encontro uma nota sobre a MY AGÊNCIA no BLOG DO ADONIS, “Conforme apurado por este BLOG um dos maiores conglomerados industriais do país, o grupo HYPERMARCAS, que atua na área de alimentos, higiene pessoal, limpeza, beleza e medicamentos decidiu concentrar toda a sua comunicação de marketing na HOUSE AGENCY. A MY AGÊNCIA, também conhecida como MY PROPAGANDA…”. Essa nota do ADONIS é de 9 de setembro de 2015, às 4:42pm. Na nota ADONIS diz que a MY AGENCIA é a 19ª do ranking…

E agora, nesta edição de MEIO & MENSAGEM, o RANKING DAS 50 MAIORES AGÊNCIAS DE 2017, ocupando a 1ª colocação.

Grupo HYPERMARCAS, que mudou de nome, em fevereiro, para HYPERA PHARMA, e que tenta fazer um mega acordo de leniência com a Procuradoria Geral da República assumindo a prática recorrente de ilícitos e corrupção, e se dispondo a pagar R$ 2 bilhões para “zerar tudo”.

Não existe o site da maior agência de propaganda do Brasil. Não sabe, não quer, não tem interesse, prefere permanecer no anonimato.

É isso, amigos. Who cares? Quando poderíamos imaginar que aquela que supostamente foi um dia uma das propagandas mais brilhantes do mundo vivesse dias de penúria, vergonha, humilhação. E nenhuma voz para tentar resgatar minimamente um pouco do que sobrou, se é que sobrou…

Silêncio.

Como na música de SIMON & GARFUNKEL, “People talking without speaking, people hearing without listening, people writing songs that voices never share… no one dare disturb the sound of silence…”.

O deus de neon apagou suas luzes. Para sempre?