DIÁRIO DE UM CONSULTOR DE EMPRESAS
29 JANEIRO 2020. Francisco Madia.
Hoje, apenas na cidade de São Paulo, existem mais de 20 mil profissionais qualificados a espera de um emprego há mais de 2 anos. Desejo, do mais fundo do meu coração, que consigam uma recolocação. Mas a probabilidade é cada vez menor. As empresas estão se horizontalizando, terceirizando parcela expressiva de suas necessidades, e recorrendo cada vez mais a prestadores de serviços independentes. E boa parte dos profissionais investem em especializações fazendo com que as instituições de ensino batam todos os recordes de matrículas. O caminho, definitivamente, não é esse. Ter mais uma especialização agrega, mas não faz ressuscitar empregos que se foram para sempre. Ingressamos inexorável e irreversivelmente, na economia por compartilhamento, no sharing world. 90% dos atuais profissionais ganharão sua vida como prestadores de serviços.