Hoje, em todos os jornais, em todo o mundo, de todas as formas possíveis e imagináveis, homenageia-se, com total merecimento e razão, MARTIN LUTHER – MARTINHO LUTERO – nascido em EISLEBEN, no dia 18 de fevereiro de 1546. Monge agostiniano, deu a partida, colocou a bola rolando, ou, foi a gota d´agua e principal responsável pela REFORMA PROTESTANTE, que agora completa 500 anos! Homenagens, portanto, mais que merecidas.

Segundo ele, e hoje título de anúncio do MACKENZIE,

“MELHOR SER DIVIDIDO PELA VERDADE, DO QUE SER UNIDO PELO ERRO”.

No dia 31 de outubro de 1517 afixou suas 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, protestando contra as barbaridades que eram cometidas pela Igreja Católica Apostólica Romana, e clamando por uma reforma.

E tudo teria ficado por aí não fosse um pequeno e descomunal detalhe. A PRENSA DE GUTENBERG. Nascido no dia 3 de fevereiro de 1398 na cidade de MAINZ. GUT desenvolveu o primeiro sistema mecânico de tipos móveis e dando início ao que viria ser conhecido como a REVOLUÇÃO DA IMPRENSA. Assim, e sem a maquininha de imprimir do GUT nada teria acontecido. Mas ninguém se lembra dele e o faço agora em nome da justiça e da história.

Durante anos LUTERO desancou, com total razão, as barbaridades que acontecia no Vaticano e ninguém se importava. Ao contrário, os fiéis de sua paróquia não tinham mais paciência para ouvir seus sermãos.

Até que, e com a maquinhinha do GUT escreveu, imprimiu, disseminou… e a REFORMA PROTESTANTE, que agora completa 500 anos, mudou a história das religiões no mundo, e, finalmente aconteceu.

Em tempo 1, por causa da maquininha disruptiva do GUT 10 mil monges copistas da Igreja Católica na Europa perderam seu emprego…

Em tempo 2, quando surgirá um novo LUTERO para denunciar as barbaridades, crimes, assaltos, falcatruas que boa parte das velhas e novas religiões cometem?