Era preferível Cabral ter errado o caminho de verdade.
O GLOBO